Cultura

“Artes Marciais” é tema do XI Festival da Cultura Japonesa de Salvador – XXVI Bon Odori

Matsuri Dance agita público jovem soteropolitano. Foto: Luci Judice Yizima

Quem disse que em Salvador não tem japonês? Está enganado, são 350 famílias registradas na Associação Cultural Nipo-Brasileira de Salvador – Anisa, eles estão presentes na capital e no interior baiano, e organizam o maior Festival do Japão do Nordeste brasileiro, e fazem a diferença. Nas cidades brasileiras onde a comunidade japonesa se faz presente, sempre tem uma manifestação cultural japonesa para apreciar, em Salvador não foi diferente. Aliás, a festa começou timidamente na década de 1991 com Bon Odori, os japoneses foram conquistando seu espaço, cresceu, tomou uma proporção de destaque que o “Festival da Cultura Japonesa de Salvador –  Bon Odori” faz parte do calendário oficial do município.

 

Engenheiro de Pipas, Ken Yamazato ensinando as crianças a produzir as pipas. Foto: Luci Judice Yizima

 

O que difere o evento de Salvador das outras cidades, além da festa ser produzida por japoneses, porém com uma peculiaridade, o público visitante é totalmente brasileiro. O que é impressionante é ver o quanto o público baiano aprecia a cultura japonesa, a adesão é unânime da população, é tanto quanto correr atrás do trio elétrico de forma mais zen. Os baianos acostumados as batidas dos tambores do Olodum, se rederam ao som dos taikôs (tambores japoneses), das rodas de capoeira ao tatame de Judô, Jiu-Jitsu e Karatê.

 

Matsuri Dance agita público jovem soteropolitano. Foto: Luci Judice Yizima

 

Estima-se que o Brasil tenha hoje uma população de 1,5 milhão de japoneses e descendentes. A maior parte concentra-se no Estado de São Paulo e ao norte do Paraná, mas eles estão distribuídos por todo o país. É o maior contingente populacional de origem japonesa fora do Japão. Aos 109 Anos de Imigração Japonesa no Brasil, os imigrantes conseguiram difundir e fomentar a cultura japonesa pelo país. A maioria de suas manifestações culturais estão presentes em nosso meio: Dança de Salão, o Ikebana, o Oshibana, o Origami, o Kirigami, o Karaokê, os Mangás, os Animês, as artes marciais e pincipalmente a gastronomia. A cozinha japonesa conquistou o paladar dos brasileiros, que se tornaram aptos em manusear o hashi para saborear os sushis, sashimis, pratos de peixes, legumes, verduras e Gohan (arroz branco), etc.

 

Plateia cheia e maioria público brasileiro. Foto: Luci Judice Yizima

 

Para você que é apaixonado pela cultura nipônica, não pode perder a oportunidade de apreciar o maior dos festivais, a maior manifestação e exibição da cultura japonesa fora do centro sul do Brasil, em seu “XI Festival da Cultura Japonesa de Salvador – XXVI Bon Odori” com tema “Artes Marciais”. O evento acontece nos dias 25, 26 e 27 de agosto, na sexta (25) das 12h às 21h, no sábado (26) das 10h às 21h, no domingo (27) das 10h às 18h, no Centro de Exposições de Salvador, com uma programação diversificada que se divide entre shows, workshops, palestras e a com Praça de Alimentação da rica gastronomia, com protos de Norte a Sul do Japão. Destaque para o concurso de Miss Nikkey promovido pelo apresentador Kendi Yamai, desfile de Cosplay. Confira a programação e aproveite o evento.

 

Miss Nikkey Bahia com Kendi Yamai. Foto: Luci Judice Yizima

 

Quiosque da massagem no Festival do Japão de Salvador. Foto: Luci Judice Yizima

MASSAGEM ASIÁTICA

United Airlines – ANA – Ganhe Milhas

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

MASSAGEM ASIÁTICA

United Airlines – ANA – Ganhe Milhas

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

%d blogueiros gostam disto: