Colunas Krônicas

KRÔNICAS: Brasileiros são criativírus!

Imagem: divulgação

Com dois meses e meio de isolamento social, no Estado de São Paulo, já deu para perceber as várias iniciativas, individuais ou de grupos, para torna-lo suportável e até agradável. Na verdade, em se tratando do criativo brasileiro, daquele que tem “jeitinho” para fazer as coisas, isso já vem ocorrendo desde os primeiros dias porque, de tão rápido, é capaz de criar algo até logo após o fato ter ocorrido.

Dou um exemplo. Ocorreu comigo no dia em que Vinícius de Moraes faleceu, numa manhã de julho de 1980. Algumas horas após sua morte, no intervalo de almoço, um colega de trabalho deu-me a notícia, mas brincalhão como era, com a pergunta: “Sabe do que faleceu?” Respondi-lhe que não. “Tropeçou no toquinho!”, completou. Caí na gargalhada. Mas juro, fiquei mais admirado pela agilidade dele, até porque nem existiam redes sociais.

Ou seja, agora, com dois meses e meio de confinamento, esta Krônica ficou pequena para citar todas essas iniciativas para aliviar a tensão provocada pelo “mardito”.

Então me restringirei a dois exemplos, um dos quais meu, por algo inimaginável a um desenhista corintiano como eu, porque criei a Campanha de Integração Nacional… Futebolística, em minha página do Facebook, com o intuito de dar a mão aos rivais naturais desse esporte para, juntos, superarmos melhor esse período de reclusão já que, agora, tínhamos um terrível inimigo comum. Fi-lo, desenhando um gol de cada time da série A do Brasileirão. Parece que gostaram.

Outro exemplo, bem mais abrangente, além de a mais popular nessa quarentena são as Lives e vídeos conferências. A vantagem delas é que, em tempo de comunicação pela Informática, com redes sociais, tudo pode ser realizado via vídeos. E Live, pode ser realizada individualmente ou coletivamente, como entrevistas… e por qualquer um, sem necessariamente ser famoso ou técnico profissional para executá-los, até porque os aplicativos direcionados para isso estão cada vez mais fáceis de serem manuseados por qualquer um.

Participei de um cuja grande maioria fazia parte do grupo de risco e todos se saíram muito bem.

Silvio Sano

- Formado em arquitetura pela Univ. Mackenzie (1974), auge: ampliação do estádio Santa Cruz (Recife, 1981); conhece o Japão por quatro óticas (bolsista 1975, lua-de-mel 1980, Univ.Nagoya 1985/887 e decasségui 1989/1992); colunista e chargista desde 1996; escritor, com sete livros publicados (Kontos, Krônicas & Kanções foi o último); compõe versões em português de músicas japonesas (Youtube), mas também de outras línguas (Hallelujah=>HalleLULA, do inglês); cantor nas categorias Pop e Internacional e, palestrante (tema atual = conflitos nikkeis mesmo 110 anos depois);

- Vice-presidente do Conselho Deliberativo da ACA Mie Kenjin do Brasil, Assessor de Comunicação e Imprensa da UPK (União Paulista de Karaokê) e um dos adminiostradores dos sites Nikkeyweb e UPK. 

www.facebook.com/silvio.sano.7
twitter.com/silvio_sano
silvio.sano@yahoo.com

Deixe seu comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OPORTUNIDADE PARA 2020

PROCURANDO EMPREGO?

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

OPORTUNIDADE PARA 2020

PROCURANDO EMPREGO?

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ