Colunas Krônicas

KRÔNICAS: Vida social intensa é a… fonte da juventude!

Foto: Silvio Sano

Já escrevi milhares de artigos que, atualmente, os chamo de krônicas porque no contexto não deixam de sê-las, e com letra “k” para caracterizar o vínculo com a comunidade nikkei… ou com o Japão. A letra é coisa minha até porque está presente em várias outras línguas quando representadas por caracteres romanos.

O fato é que, por ter escrito tantas e considerar que tenho autocrítica, posso afirmar que gosto mais de umas do que de outras, e que algumas sempre me chamam mais a atenção.

Uma dessas, muito antiga, da primeira fase de quando ainda escrevia ao extinto São Paulo Shimbun, começava assim: “Quando criança, achava que padre não pecava, professor sabia de tudo, médico curava qualquer doença, policial não roubava, correio cuidava apenas de correspondências, padaria fazia apenas pão, barbeiro apenas barba e cabelo, etc., etc. Até que um dia eu cresci!…

Mas ainda antes de crescer, e até há pouco tempo, também achava que nossos pais, a partir de certa idade, ou apenas cuidariam dos netinhos… ou caducariam… rs… até que chegou a era da alta tecnologia e da comunicação.

Pois é, minha convivência cada vez mais forte com a comunidade nikkei, devido aos livros, krônicas, karaokê, etc., aos poucos, foi mudando minha maneira de pensar também em relação a eles.

O que mais me chamou a atenção foi a presença enorme de idosos… sozinhos… em seus eventos, não de forma passiva, mas como protagonistas!

E não como simples protagonistas! Nunca imaginei minha saudosa mãe, vaidosa como essas senhoras. E não apenas elas! Os homens igualmente!… para se apresentarem nos karaokês ou para irem a bailes.

Com isso, e fazendo muitos amigos, como já abordei anteriormente, muitos desses idosos nem mais querem que os filhos venham busca-los aos domingos para os levarem a algum passeio porque já têm seus próprios compromissos.

Como se não bastasse, a vivacidade (jovialidade?… rs) com que nos proporcionam nos diálogos é admirável! Acho que até por isso alguns estão se saindo muito bem, inclusive eu… rs, nos eventos virtuais e de forma invejável a muitos jovens. Né, não?!

 

 

Silvio Sano

- Formado em arquitetura pela Univ. Mackenzie (1974), auge: ampliação do estádio Santa Cruz (Recife, 1981); conhece o Japão por quatro óticas (bolsista 1975, lua-de-mel 1980, Univ.Nagoya 1985/887 e decasségui 1989/1992); colunista e chargista desde 1996; escritor, com sete livros publicados (Kontos, Krônicas & Kanções foi o último); compõe versões em português de músicas japonesas (Youtube), mas também de outras línguas (Hallelujah=>HalleLULA, do inglês); cantor nas categorias Pop e Internacional e, palestrante (tema atual = conflitos nikkeis mesmo 110 anos depois);

- Vice-presidente do Conselho Deliberativo da ACA Mie Kenjin do Brasil, Assessor de Comunicação e Imprensa da UPK (União Paulista de Karaokê) e um dos adminiostradores dos sites Nikkeyweb e UPK. 

www.facebook.com/silvio.sano.7
twitter.com/silvio_sano
silvio.sano@yahoo.com

Deixe seu comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ