Acontece Cultura Exposição Musica

Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil ganha uma estatueta da Misora Hibari

Mariko Nakahira com a Estatueta da Misora Hibari faz a entrega para o presidente do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, Ignácio Moriguchi e a vice-presidente Lídia Reiko Yamashita. Foto: Luci Judice Yizima

Agora os fãs da cantora Misora Hibari, ícone da música enka japonesa terão um motivo a mais para visitar o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, no dia 04 de setembro foi doada uma Miniatura dourada (pesando 5,400kg) da estátua da cantora (réplica da estátua de Kyoto – Japão que mede 1,78m) pelo filho adotivo Kizuya Kato, trazido ao Brasil pela cantora Mariko Nakahira, amiga da família.

 

Mariko Nakahira com a Estatueta da Misora Hibari faz a entrega para o presidente do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, Ignácio Moriguchi e a vice-presidente Lídia Reiko Yamashita. Foto: Luci Judice Yizima

 

Para Mariko Nakahira que vem anualmente e faz turnê pelo Brasil, fala do carinho do público para com ela e a eterna Misora Hibari. “A miniatura não poderia ter melhor destino, se não o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, onde os fãs poderão apreciar mais de perto a cantora”, afima. “A miniatura ficava na casa da Misora Hibari e teve novo endereço após a Hibari Produção saber que no Brasil a cantora contabiliza milhares de fãs”, destaca Mariko.

 

Mariko Nakahira e a Estatueta da Misora Hibari em exposição no Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil. Foto: Luci Judice Yizima

 

A estatueta já se encontra em exposição no mural de troféus no nono andar, do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil recebida pelo presidente Ignácio Moriguchi e a vice-presidente Lídia Reiko Yamashita.

 

Misora Hibari, atriz e cantora, uma lenda. Foto divulgação

 

Misora Hibari. Foto: divulgação

Sobre Misora Hibari – É a maior expressão feminina do Enka (música tradicional japonesa), estilo musical japonês, atriz e ícone cultural do pós-guerra. Seu nome real era Kazue Kato. Faleceu aos 52 anos, em 1989. Na década de 1970 os irmãos Okuhara proprietários da Rádio Santo Amaro foram responsáveis pelas apresentações da Misora Hibari ao Brasil, fazendo três apresentações no Ginásio do Ibirapuera, onde o público chegou ao total de 40 mil pessoas. A canção mais famosa e cantada no mundo inteiro “Kawa no Nagare No Youni”, composta pela Misora Hibari.

 

Misora Hibaria, atriz. Foto: divulgação

 

Estilo Enka – É um estilo de música japonesa que é uma mistura de musicas tradicionais japoneses com melodias ocidentais, principalmente americana. O termo enka (演 = “interpretar” / 歌= “canção”) se formou originalmente na era Meiji, e começou como uma forma de expressão de desacordo político, discursos em forma de música para fazê-los mais atraentes, porém sua forma mudou rapidamente. Foi o primeiro estilo à sintetizar as melodias japonesas com as harmonias ocidentais para criar um novo estilo musical.

Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil – É o maior acervo sobre a cultura japonesa na América Latina, localizado no bairro da Liberdade em São Paulo.

 

Serviço

Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil

Onde: Rua São Joaquim, 381 –  7º, 8º e 9º Andares – Liberdade – São Paulo – SP

Informações: (11) 3209-5465

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ