Colunas Krônicas

Pandemia provoca boom… positivo de eventos virtuais!

Na semana passada, envolvido com eventos virtuais, reportagens relativas… e netinho, excepcionalmente, todos os dias da semana e o dia todo, sob nossos cuidados, acabei deixando de postar minha Krônica correspondente. Não é desculpa porque bastava deixar de dormir por uma ou duas horas. Né, não?! Ou seja, na verdade, acabei me esquecendo mesmo… rs.
Pois é, mas para chegar a esse ponto é porque algo diferenciado tem ocorrido nesse período que aparentemente teríamos mais tempo para fazermos nossas próprias “coisas”. Mas não!
Acompanhar um evento virtual para fazer uma reportagem, por exemplo, é muito diferente de acompanhar um presencial. Ao menos, no meu caso.
No presencial, no caso de um de karaokê que chega a durar quinze horas, em relação às imagens, basta que as tire no período que estiver lá, de duas a três horas. Sem contar que nesse interim, converso com pessoas para ilustrar meus textos.
Num virtual que tenha três horas, à frente apenas do computador, tenho de assisti-lo de ponta a ponta para isso e para congelar imagens para ilustrar a reportagem. Além de, após, entrar em contato com o responsável e pessoas da comissão para informações complementares.
Isso, não apenas para justificar minha falha da semana passada… que também depende de inspiração ao tema a abordar, como também para enfatizar como tem proliferado Lives e eventos virtuais por toda parte, por todo o mundo.
Quem já era da área se especializou e ganha muito por isso e quem não a dominava ou nem ousava por a mão, principalmente idosos, agora passou a se interessar, até como forma de tornar prazerosos seus momentos de confinamento obrigatório. Com isso, ganhamos todos!
Mas o importante é que, dentre esses eventos, há os que contemplam idosos em grande escala, como os vinculados ao karaokê (ensaios, festivais e concursos), aqueles que, supunha-se, seriam os mais afetados com depressão por terem de ficar reclusos em suas casas.
Conheço dois senhores de 97 anos (Yoshitaka Yokoyama e Shinji Sakakibara) que participam de quase todos!
Ou seja… Bem-vindo, Boom Positivo!

Silvio Sano

- ARQUITETO, pela Univ. Mackenzie (1974), tendo como auge o projeto executivo da arquibancada superior do Estádio Santa Cruz (Recife), em 1981/82; ESCRITOR (sete livros, um dos quais: Corinthians, 100 Anos - Gols Ilustrados); COLUNISTA e CHARGISTA, desde 1996; JORNALISTA, com MTb desde 2012; e, COMPOSITOR (haicais e versões em português de músicas estrangeiras);
- conhece o Japão por quatro óticas diferentes (bolsista, 1975; lua-de-mel, 1980; Univ. Nagoya, 1985/87; e. decasségui, 1989/92);
- um dos administradores dos sites Nikkeyweb e Portal Oriente-se.
- Palestrante (tema atual: Konflitos Nikkeis, mesmo após mais de um século);
- tem páginas no Facebook, Twitter, Instagram e canal no Youtube
- email: silvio.sano@yahoo.com

Deixe seu comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Exposição: A ARTE DE YOSHINO MABE

Exposição: WAKABAYASHI

Assessoria Contábil

KARATÊ

Exposição: A ARTE DE YOSHINO MABE

Exposição: WAKABAYASHI

Assessoria Contábil

KARATÊ