Notícias

Porto do Açu inicia programação de solturas de tartarugas marinhas, nesta sexta-feira

O objetivo da iniciativa é conscientizar moradores e turistas sobre a importância da preservação, através da educação ambiental.

Primeira ação aberta ao público será no balneário de Atafona, em Porto do Açu no Rio de Janeiro dará início à programação de solturas de tartarugas marinhas abertas ao público, na próxima sexta-feira. Esta será a primeira de nove ações que serão realizadas em parceria com o Tamar e as prefeituras de São João da Barra e Campos, como parte da agenda de verão dos dois municípios, até 23 de fevereiro. A abertura das atividades incluirá uma palestra educativa seguida de soltura de filhotes, no balneário de Atafona, às 16h. Para atingir toda a comunidade, as ações acontecerão em diferentes pontos da orla monitorada pelo Programa de Monitoramento de Tartarugas Marinhas do Porto do Açu.


Tartarugas recebe carinho do público, principalmente das crianças

O objetivo da iniciativa é conscientizar moradores e turistas sobre a importância da preservação, através da educação ambiental. Segundo o analista de Meio Ambiente da Porto do Açu, Nayar Mendes, a ação ainda possibilita que sua equipe apresente à comunidade o Programa de Monitoramento de Tartarugas Marinhas, que está completando 10 anos: “Nós desenvolvemos um trabalho muito bacana de proteção às tartarugas marinhas e entendemos a importância de compartilhar informação e conhecimento com a comunidade. As solturas abertas ao público são uma oportunidade de promover esta conscientização ambiental e contribuir para que a população compreenda que esta é uma missão de cada um de nós”, afirmou.


No programa, monitores percorrem diariamente 62 km de praia, registrando qualquer ocorrência relativa às tartarugas

No programa, monitores percorrem diariamente 62 km de praia, registrando qualquer ocorrência relativa às tartarugas. O monitoramento abrange desde o Pontal de Atafona, em São João da Barra, até Barra do Furado, em Campos. Durante o período reprodutivo, que vai de setembro a março, a equipe ainda tem a missão de localizar os ninhos de tartarugas, identificá-los e acompanhá-los até o nascimento dos filhotes.

Desde o início do programa, 800 mil filhotes já foram liberados ao mar. Só na temporada passada, foram cerca de 67 mil. No atual período reprodutivo, que segue até março, foi registrado o nascimento de cerca de 9 mil filhotes, até agora.


As solturas abertas ao público são uma oportunidade para promover esta conscientização ambiental

O Programa de Monitoramento de Tartarugas Marinhas atende a diretrizes técnicas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) – Tamar e do Instituto Estadual do Ambiente (INEA).

Confira o Cronograma de Solturas de Filhotes de Tartarugas Marinhas – PdA – Temporada 2018/2019 – Ações Externas.

28 de dezembro/sexta-feira São João da Barra Baln. Atafona / Espaço da Ciência 16:00 – Palestra  /  17:00 – Soltura

11 de janeiro/ Sexta-feira Campos dos Goytacazes  Farol/Frente à Sede do PELAG 17:00 – Soltura

12 de janeiro/ Sábado São João da BarraGrussaí / Polo Gastronômico 09:00 – Soltura

25 de janeiro/ Sexta-feira São João da Barra Açu/ Colégio Chrisanto 16:00 – Palestra /  17:00 – Soltura

26 de janeiro/ Sábado Campos dos Goytacazes Farol/Frente à Sede do PELAG 09:00 – Soltura

8 de fevereiro/ Sexta-feira Campos dos Goytacazes Farol/Frente à Sede do PELAG 17:00 – Soltura

9 de fevereiro/ Sábado São João da Barra Baln. Atafona / Espaço da Ciência 08:00 – Palestra  /  09:00 – Soltura

22 de fevereiro / Sexta-feira São João da Barra Grussaí / Polo Gastronômico 17:00 – Soltura

23 de fevereiro/ Sábado Campos dos Goytacazes Farol/Frente à Sede do PELAG 09:00 – Soltura

MASSAGEM ASIÁTICA

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

Arena Radical

MASSAGEM ASIÁTICA

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

Arena Radical

%d blogueiros gostam disto: