Acontece Cultura Exposição Notícias

Rie Hosokai e Takashi Kawada trazem “Equilíbrio” à Japan House São Paulo

"A instalação sugere o percurso do ciclo da água, como se os balões fossem gotículas de água e nuvens subindo no ar para se transformar em chuva" diz Natasha Barzaghi Geenen, curadora da exposição e e Diretora Cultural da Japan House São Paulo. Foto: Luci Judice Yizima

 

Mais 7 mil balões expostos no térreo da Japan House São Paulo “valoriza o equilíbrio e a harmonia, simboliza de maneira poética a passagem do tempo, reforça a importância e fascínio pelas inexoráveis regras da natureza”

A exposição exibida no térreo da Japan House São Paulo apresenta “Equilíbrio”, instalação inédita com mais de 7 mil balões feita pela dupla japonesa Rie Hosokai (artista especializada em balões) e Takashi Kawada diretor de arte e designer gráfico. Conhecidos internacionalmente pelos designs feitos com balões, a dupla expõe no andar térreo da instituição entre os dias 28 de setembro e 28 de novembro. Com entrada gratuita, a exposição faz refletir sobre os ciclos da natureza e a passagem do tempo. 

 

O público pode andar entre os balões.
Foto: Luci Judice Yizima

 

Eric Klug presidente da Japan House São Paulo entre os 9 mil balões.
Foto: Luci Judice Yizima

A DAISY BALLOON, conhecida pelas obras de grande impacto visual que encantam ao redor do mundo. Pela primeira vez na América Latina, Rie Hosokai, artista especializada em balões; e Takashi Kawada, diretor de arte e designer gráfico, se inspiraram nos ciclos da
natureza para criar a obra que se transformará com o passar das semanas, marcando a inevitabilidade da passagem do tempo.
A dupla, conhecida por criar projetos em diferentes formatos, que vão desde vitrines, editoriais de moda, vestidos, vasos de plantas e peças publicitárias, também se destaca pela ocupação de espaços com instalações artísticas de grande porte, como a que poderá ser vista na instituição nipônica. Seus trabalhos se notabilizam pela utilização de balões de fabricação própria, o que confere grande ineditismo às obras. Com 11 metros de comprimento e mais de três de altura, a obra idealizada exclusivamente para a área expositiva do térreo (site specific) da Japan House São Paulo traz balões desenvolvidos em conjunto com a Yokohama Balloon Co. Ltd.. Os balões são cobertos com uma camada externa de película polarizada e quando a luz incide na instalação, revela-se no espaço expositivo um espectro de cores imanentes em um efeito semelhante ao da aurora boreal. 

 
O formato orgânico da obra também chama atenção e causa uma contraposição aos materiais sintéticos. “A forma da instalação sugere o percurso do ciclo da água, como se os balões fossem gotículas de água e nuvens subindo no ar para se transformar em chuva e precipitar de volta ao chão”, explica Natasha Barzaghi Geenen, curadora da exposição e Diretora Cultural da Japan House São Paulo.

A instalação resulta um admirável impacto visual e oferece ao visitante uma experiência imersiva única, já que será permitido passear por ela seguindo um percurso definido. “O público poderá presenciar a passagem do tempo ao longo da exposição de uma forma diferente, já que a tendência é que os balões murchem e modifiquem a instalação de forma sutil a cada dia. A obra condensa muitos conceitos e formas de pensamento típicos japoneses, valoriza o equilíbrio e a harmonia, simboliza de maneira poética a passagem do tempo, reforça a importância e fascínio pelas inexoráveis regras da natureza ao mesmo tempo que, com o uso de balões que desafiam sua essência efêmera, também aborda uma dualidade constante que nos permeia.”, ressalta a curadora Natasha.

 

A exposição faz refletir sobre os ciclos da natureza e a passagem do tempo.
Foto: Luci Judice Yizima

 

A exposição “Equilíbrio” conta com recursos de acessibilidade como audiodescrição, libras e elementos táteis, além de uma proposta de mediação especial desenvolvida pela equipe do Educativo da Japan House São Paulo. Inclusive, a instituição acaba de receber o Selo de
Acessibilidade Arquitetônica, concedido pela Prefeitura de São Paulo, via Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo. A mostra também irá ocupar as redes sociais da instituição, trazendo conteúdos especiais sobre o projeto no ambiente virtual, como palestras e conteúdos exclusivos sobre os artistas.

 



Serviço: 

“Equilíbrio” – DAISY BALLOON

Período: de 28 de setembro a 28 de novembro de 2021
Térreo
Entrada gratuita
Reserva online antecipada (opcional): https://agendamento.japanhousesp.com.br/
A exposição conta com recursos de acessibilidade.



Sobre DAISY BALLOON
O DAISY BALLOON foi criado pela artista Rie Hosokai, especializada em balões, e pelo diretor de arte e designer gráfico Takashi Kawada, ambos nascidos em 1976. Desde seu estabelecimento, em 2008, a dupla criou diversas obras feitas com balões, almejando com sua temática aguçar a percepção humana e explorar as diferentes materialidades. A produção do DAISY BALLOON, que abrange desde instalações de grande porte até a confecção de vestidos, tem fascinado o público pela complexidade dos detalhes que remetem a estruturas arquitetônicas. Sua pesquisa cotidiana consiste em, a partir de temas filosóficos, interagir com pessoas e objetos. O que norteia seu trabalho é a busca por atingir a harmonia essencial entre o homem e tudo o que está ao seu redor. O DAISY BALLOON ganhou os olhares do mundo em 2013 com a produção do icônico vestido “DNA dress” para a cantora islandesa Björk. Mesmo antes disso, a dupla já apostava em produções que abrangem desde instalações de grande porte até a confecção de vestidos, fascinando o público pela complexidade dos detalhes que remetem a estruturas arquitetônicas efêmeras.

 

Serviço

 Japan House São Paulo – Avenida Paulista, 52
Horário de funcionamento:
Terça a sexta-feira, das 10h às 17h
Sábados, domingos e feriados | das 9h às 18h
Entrada gratuita
※Devido ao coronavírus, estamos funcionando com capacidade reduzida. Para mais informações,
acesse o site da Japan House São Paulo.

Ficha Técnica

Exposição “Equilíbrio” – DAISY BALLOON
Curadoria: Natasha Barzaghi Geenen
Assistente de curadoria: Gabriela Goelzer Bacelar
Produção executiva: Melissa Barbosa e Adriana Rodrigues
Logistica: Tiago Souza | TS Logistica
Coordenação de montagem: Rafael Filipi | Projeta
Assistente de coordenação de montagem: Renato Bonfim
Montagem fina: Renato Santos, Louis Alamino, Elias Joaquim, Ludmila Figueiredo e Ricardo
Soares

Exposição: A ARTE DE YOSHINO MABE

Exposição: WAKABAYASHI

Assessoria Contábil

KARATÊ

Exposição: A ARTE DE YOSHINO MABE

Exposição: WAKABAYASHI

Assessoria Contábil

KARATÊ