Acontece Cultura Musica

Vitoru Kinjo apresenta seu disco de estreia na Casa Museu Ema Klabin

O disco foi concebido na Samauma, residência rural de pesquisa, reflexão e ação nas artes e na ecologia que funciona num sítio na Mata Atlântica da Serra do Mar. Foto: Paola Vianna

O álbum foi pré-lançado no Japão, no final de 2016, no VI Worldwide Uchinanchu Festival, em Okinawa, com o show “Vitoru Kinjo e o Regional Diaspórico”

 

O disco foi concebido na Samauma, residência rural de pesquisa, reflexão e ação nas artes e na ecologia que funciona num sítio na Mata Atlântica da Serra do Mar. Foto: Paola Vianna

 

O cantor, compositor e pesquisador nipo-brasileiro Vitoru Kinjo  se apresenta no dia 11 de novembro (sábado) , às 16h30, pelo Programa Nova Música da Casa-Museu Ema Klabin.

No repertório, composições autorais de seu disco de estreia “Kinjo”, que mistura referências da música brasileira, de cantos ancestrais e dos universos rural e urbano. Também aparecem no set list composições como “O Rouxinol”, de Gilberto Gil e Jorge Mautner.

Vitoru Kinjo (voz, violão e teclado) se apresenta com Fernando Sagawa (sopros), Guilherme Kafé (violão e voz), Ivan Banho (percussões), João Antunes (baixo e guitarra). O show tem participação especial de  Eduardo Colombo (voz).

A programação musical da Fundação Ema Klabin tem apoio cultural do ProAC/ICMS – Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura e Klabin S.A.

 

Visite a Casa – Museu Ema Klabin: 

A Casa-Museu Ema Klabin reúne mais de 1.500 obras, entre pinturas do russo Marc Chagall e do holandês Frans Post, dos modernistas brasileiros Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Portinari e Lasar Segal; talhas do mineiro Mestre Valentim, mobiliário de época, peças arqueológicas e decorativas. A Fundação Ema Klabin comemora em 2017 dez anos.

O público também poderá conferir exposições de grandes nomes da arte contemporânea. A instalação “Penetra”, do artista Marcius Galan, ganhador do prêmio PIPA (2012).  E a intervenção “Anaconda”, de Alex Flemming.   As duas exposições são gratuitas e ficam até o dia 17 de dezembro.

O espaço cultural abre de quarta a domingo, das 14h às 17h (com permanência até às 18h), sem agendamento. Aos finais de semana e feriados a visita tem entrada franca. Nos outros dias, o ingresso custa R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

Serviço:

Série – Nova Música – Vitoru Kinjo

Data: 11 de novembro –  sábado

Horário: 16h30

Visita livre ao acervo: das 14h às 17h

Entrada Franca

170 lugares

 

Para conhecer o trabalho da artista:

https://www.facebook.com/vitorukinjo/?fref=mentions

https://www.vitoru.com.br/

Fundação Ema Klabin –  ww.emaklabin.org.br

Endereço: Rua Portugal, 43, Jardim Europa – São Paulo.  Tel: 11 3897-3232

 

Repertório

  • Permissão (Vitoru Kinjo)
  • O Rouxinol (Gilberto Gil e Jorge Mautner)
  • O Caos e a Flor (Vitoru Kinjo e Ivan Banho)
  • Horas Ir (Vitoru Kinjo e Bruna Angotti)
  • Play the Game (Freddie Mercury)
  • Idílio (Pequena Poesia) (Vitoru Kinjo)
  • Disseram que eu voltei americanizada (Luís Peixoto e Vicente Paiva)
  • Canto para Yemayá (Vitoru Kinjo)
  • Sistema Solar (Vitoru Kinjo)
  • Casas Asas (Vitoru Kinjo, Tiago Viudes Barboza e Eduardo Colombo)
  • Come Poet (Vitoru Kinjo, letra de Allen Ginsberg)
  • Canto da Manhã (Vitoru Kinjo / Participação Especial: Lenna Bahule)
  • Come to the River (Vitoru Kinjo/Ivan Banho/Eduardo Colombo/Min Jung Park)
  • Kandiê Kwe (Raphal Calheiros)

 

 

MASSAGEM ASIÁTICA

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

MASSAGEM ASIÁTICA

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

%d blogueiros gostam disto: