Cinema | Teatro Cultura Exposição

Museu da Imigração exibe “Gaijin — Ama-me como sou” de Tizuka Yamasaki

O longa-metragem apresenta a história das gerações de mulheres descendentes de japoneses. (Foto: divulgação)

Para homenagear a comunidade japonesa no Brasil o Museu da Imigração – instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo celebrará os 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil com uma programação especial no dia 18 de junho, das 17h00 às 21h00. Nessa data histórica, em 1908, 781 imigrantes japoneses chegaram ao Porto de Santos a bordo do navio Kasato Maru e se abrigaram na Hospedaria de Imigrantes do Brás (hoje sede do Museu) até serem conduzidos aos seus postos de trabalho. Iniciavam, assim, a contribuição japonesa para o desenvolvimento do país. Evento conta com exibição do filme “Gaijin – Ama-me como sou” ao ar livre e bate-papo com a diretora da produção, Tizuka Yamasaki.

 

Cenas do “Gaijin – Ama-me como sou”. (divulgação)

 

Museu da Imigração, localizado no complexo que recebeu cerca de 85 mil imigrantes japoneses. (Foto: Luci Judice Yizima)

 

Em homenagem há esse dia tão representativo, o Museu da Imigração, localizado no complexo que recebeu cerca de 85 mil  imigrantes japoneses, abrirá na segunda-feira (18), exclusivamente no horário do evento, para a exibição de “Gaijin – Ama-me como sou” (2005), dirigido por Tizuka Yamasaki, uma das cineastas mais importantes e renomada do Brasil. O longa-metragem apresenta a história das gerações de mulheres descendentes de Titoe, a imigrante japonesa que protagonizou “Gaijin – Os Caminhos da Liberdade” (1980), o primeiro da sequência. “Gaijin – Ama-me como sou” foi premiado como melhor filme, melhor direção, melhor atriz coadjuvante e melhor música no Festival de Gramado de 2005.

 

Hospedaria do Museu do Imigrante. (Foto: Luci Judice Yizima)

 

A programação começará com uma recepção aos participantes e visita às exposições da instituição, às 17h00. No jardim do MI, o público poderá prestigiar uma apresentação musical, às 18h00. A exibição ao ar livre da obra de Tizuka será no mesmo local e está marcada para as 19h00.

 

Muita história para apreciar no Museu do Imigrante. (Foto: Luci Judice Yizima)

 

Ao término do filme, diretora, produtores e convidados realizarão uma conversa sobre a temática, às 21h00. Os interessados em participar dessa comemoração devem enviar e-mail para m.souto@museudaimigracao.org.br. As vagas são limitadas e gratuitas.

 

110 anos da Imigração Japonesa no Brasil com uma programação especial. (Foto: Luci Judice Yizima)

 

O Museu da Imigração fica na Rua Visconde de Parnaíba, 1.316, na Mooca, em São Paulo. Seu horário de funcionamento é de terça a sábado das 9h00 às 17h00, e aos domingos entre 10h00 e 17h00. Os ingressos para visitação custam R$ 10, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. Aos sábados, a visitação é gratuita. Outras informações estão disponíveis no site www.museudaimigracao.org.br.

 

Maria Fumaça no Museu da Imigração, marca uma época em que o trem era a melhor opção de transporte. (Foto: Luci Judice Yizima)

 

 

Serviço

Exibição do Filme “Gaijin – Ama-me como sou”

Data: 18 de junho (segunda-feira)

Hora: 17h00 às 21h00

Entrada: Gratuita

Local: Museu da Imigração

Inscrição: m.souto@museudaimigracao.org.br

 

 

 

 

Luci Júdice Yizima

Jornalista e Fotógrafa
lucijornalismo@hotmail.com
(11) 99738-7200

Deixe seu comentário

Clique aqui para publicar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

United Airlines – ANA – Ganhe Milhas

Dica

Tradutor Juramentado

Feira da Saude

Tooru Nagashi de Registro

Itigo Itiê

Assessoria Contábil

United Airlines – ANA – Ganhe Milhas

Dica

Tradutor Juramentado

Feira da Saude

Tooru Nagashi de Registro

Itigo Itiê

Assessoria Contábil

%d blogueiros gostam disto: