Notícias

Cortejo de Buda Menino tem inovações sem perder a tradição

Esse ano a tradicional cerimônia de abertura do Hana Matsuri teve inovação depois de meio século, diferente das edições passadas que tinha a participação do conhecido monge Kawakami como mestre de cerimônia, essa edição foi presidida pelo brasileiro, monge e também presidente da Federação das Escolas Budistas do Brasil, Kyohaku Correa, e o celebrante foi o peruano, monge Arturo Nogumi. O culto budista foi em português e japonês, outro destaque foram os Otigo-san ou acólitos (as crianças vestidas com quimonos e hakamas) representando Buda criança que chamou muito atenção de quem passava pela Praça da Liberdade.

 

Cortejo passa pela Av. Liberdade. Foto: Luci Judice Yizima

 

O monge Correa destaca a integração entre as 7 linhas do budismo no Brasil. “Esse ano foi diferente positivamente em tudo, desde a alteração do endereço de distribuição de ama-chá para o Jardim Oriental ao celebrante da cerimônia foi um nipo-peruano”, afirma. “Foi sem dúvida nenhuma uma inovação a distribuição do ama-chá no Jardim Oriental favoreceu para que os monges pudessem dar mais atenção para os visitantes que foram banhar Buda menino, pelo espaço harmonizado pela tranquilidade e arborização do ambiente. Cada dia uma escola budista fazia a sua apresentação e presença no jardim”, conta o monge Correa.

 

Monge Correa faz a oração antes do coquetel oferecido pela ACAL. Foto: Luci Judice Yizima

 

E completa, “depois de meio século nós conseguimos renovar sem perder a tradição. Deixou de ser apenas tradicional para se tornar no principal evento de intercâmbio cultural e religioso budista com a presença de monges de várias nacionalidades”.

 

Monge Nipo-Peruano Arturo Nogumi. Foto: Luci Judice Yizima

 

Monja Miyoho distribui o chá no Jardim Oriental. Foto: Luci Judice Yizima

Centenas de pessoas vieram cortejar a cerimônia Budista celebrada na Praça da Liberdade, onde foi distribuído ramos de flores. Em seguida ocorreu o cortejo solene do “elefante branco” carregando a imagem do Buda Criança, com a participação de diversas escolas infantis e acompanhamento de grupo musical infantil, promovido pela Federação das Escolas Budistas do Brasil, a Associação dos Admiradores do Buda Xaquiamuni, a Aliança Feminina Budista do do Brasil e a Associação Cultural e Assistencial da Liberdade (Acal). Com apoio da Prefeitura Regional da Sé, do 45º Batalhão da Polícia Militar, Centro de Engenharia do Trânsito – CET e Beneficência Nipo Brasileira – Enkyo que disponibilizou uma ambulância para o evento.

 

Otigo-san ou acólitos (as crianças vestidas com quimonos e hakamas) representando Buda criança. Foto: Luci Judice Yizima

 

O evento contou com a presença do Cônsul Geral do Japão em São Paulo – Takahiro Nakamae, Subprefeito Regional da Sé – Eduardo Odloak, Deputado Estadual Jooji Hato, Vereador Aurélio Nomura, Vereador George Hato, presidente do Enkyo Akeo Yogue, entre outros.

 

 

 

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ