Acontece Saúde & Bem Estar

Marlene Fukushima ensina seis receitas do dia a dia da culinária japonesa sem frescura

Nikujaga

Prepare as panelas para mais uma Oficina de Comida Japonesa produzida sem frescura. É essa proposta que a cozinheira Marlene Fukushima ensina seis pratos do dia a dia na 10ª edição da Oficina de Comida Japonesa Caseira, no domingo, dia 9 de setembro. No cardápio estão: gohan (arroz branco japonês), kenchinjiru (sopa de raízes, konnyaku e tofu), chosen zuke (conversa de acelga), yakizakana (peixe grelhado), nikujaga (cozido de batata e carne) e de sobremesa azuki mizuyokan (gelatina de feijão preto). Um bônus: Marlene vai ensinar o molho especial para sukiyaki. A Oficina custa R$ 310 (inclui ingredientes, apostila e almoço).

 

Yakizakana

 

“Os descendentes de japoneses são os que mais se interessam em aprender porque tem uma memória afetiva dos pratos da infância”, afirma. “Mesmo quem não tem experiência é capaz de fazer em casa”, diz. No final, os participantes fazem um almoço de confraternização com os pratos preparados durante a oficina.
A chef promete dar dicas e ensinar truques de cada um dos pratos. Além disso, ela vai mostrar em quais recipientes cada prato deve ser servido. A escolha e onde comprar os ingredientes também serão abordados na oficina. “Pode vir que vai ser divertido”, diz.

 

Mizuyokan.

 

Confira os pratos:

– Gohan (arroz branco japonês). É um dos pratos básicos da culinária japonesa caseira. Na oficina, os participantes se surpreendem que até para preparar o gohan na panela elétrica existem truques para deixá-lo mais saboroso. Marlene ensina também como é possível conservar o arroz no freezer.

– Kenchinjiru (sopa de raízes e tofu). É uma sopa reforçada, popular no Japão. Teve origem nos templos budistas, mas sofreu influência da culinária chinesa. O interessante é que vamos aprender sobre a utilização dos vegetais, especialmente raízes (bardana, nabo, cenoura), konnayku e tofu.

– Chosen zuke (conserva de acelga). Em japonês, Chosen significa Coreia. O Chosen zuke é a versão japonesa menos apimentada do Kimchi, a tradicional conserva coreana. Costuma ser servida como entrada ou aperitivo.

– Yakizakana (peixe grelhado na frigideira). Outro prato básico, servido em teishoku nos restaurantes japoneses mais tradicionais. Além do preparo, destaque para as dicas que a Marlene ensina sobre escolha do peixe e truques para o filé não grudar na frigideira.

– Nikujaga (cozido de carne com batata). A receita foi inventada por chefs da Marinha Imperial Japonesa para servir a Marinha Real Britânica durante o período Meiji. Ou seja, foi feita para agradar ao paladar dos estrangeiros. Mas acabou caindo no gosto dos japoneses também.

– Cup Azuki Mizuyookan (gelatina de feijão preto). É um doce tradicional, de consistência macia , não tão doce, servido gelado.

 

 

Marlene Fukushima

Cardápio

Gohan (arroz branco japonês)

Kenchinjiru (sopa de raízes e tofu)

Yakizakana (peixe grelhado)

Nikujaga (cozido de carne e batata)

Chosen zuke (conserva de acelga)

Cup Azuki Mizuyookan (gelatina de feijão preto)

Bônus: molho para sukiyaki

 

 

Serviço

9 de setembro, domingo das 8h às 13h

Rua Primeiro de Janeiro, 53 – Vila Clementino (ao lado do metrô Santa Cruz)
Inscrições: cursos@kaminaricomunicacao.com.br

Whatsapp: 11-97130-3335

Valor: R$ 310 (inclui ingredientes, apostila e almoço)

 

Luci Júdice Yizima

Jornalista e Fotógrafa
lucijornalismo@hotmail.com
(11) 99738-7200

Deixe seu comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

MASSAGEM ASIÁTICA

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

Acontece

Associação Hokkaido

MASSAGEM ASIÁTICA

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

Acontece

Associação Hokkaido

%d blogueiros gostam disto: