Notícias Saúde & Bem Estar

Oriente-se com Gerente Médico Dr. Rodrigo Borsari do Hospital Nipo- Brasileiro

Oriente-se com Gerente Médico Dr. Rodrigo Borsari do Hospital Nipo- Brasileiro (Foto: Luci Judice Yizima)

O mantra é “FIQUE EM CASA”, “USE MÁSCARA”, “LAVE AS MÃOS COM ÁGUA E SABÃO”, “HIGIENIZE COM ÁLCOOL GEL”. Todos os estados brasileiros registram casos e mortes por novo corona vírus. A maior cidade da América Latina, a cidade de São Paulo concentra a maior parte das notificações do covid-19, mas também contabiliza maior centro de hospitais, entre eles está Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo, o Hospital Nipo-Brasileiro, localizado na zona Norte de São Paulo, com gestão e qualidade japonesa. 

“Cuidar com qualidade e segurança dos pacientes críticos para que possam receber alta da UTI”, diz Dr. Rodrigo (Foto: divulgação)

Confira a entrevista com o Gerente Médico, Dr. Rodrigo Borsari do Hospital Nipo-Brasileiro que tem 1711 colaboradores ativos e um total de 244 leitos. 

 

Portal Oriente-se: O Covid-19 impactou o movimento no atendimento do Hospital Nipo-Brasileiro? 

 Dr. Rodrigo Borsari: Sim, impactou com queda em média de 60% a 70% na maioria dos setores (imagem, pronto atendimento, ambulatório, cirurgias) e aumento da taxa de ocupação da UTI Geral.

 

Portal Oriente-se: Tem ala reservada para paciente com covid-19? Se sim, quantos leitos?

Dr. Rodrigo Borsari: Sim, disponibilizamos a princípio 39 leitos isolados e individuais de internação e 23 leitos de UTI (também isolados e individuais). Temos trabalhado para aumentar essa oferta de leitos no caso de aumento da curva de diagnósticos e necessidade de internação.

 

Portal Oriente-se: O atendimento de outras doenças e exames foram suspensos?

Dr. Rodrigo Borsari: Sim, mas apenas para os casos de rotina ou não urgentes. Por decisão de Comissão Técnica, as cirurgias eletivas (agendadas) foram suspensas. No entanto, estamos atendendo em regime ambulatorial em diversas especialidades as doenças que necessitam de acompanhamento continuo como: endocrinologia, cardiologia, oncologia, obstetrícia, infectologia, pediatria, dentre outros…

 

Portal Oriente-se: Devido à grande procura dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), vocês estão tendo alguma dificuldade para abastecer o hospital? 

Dr. Rodrigo Borsari: Sim, temos reuniões praticamente diárias com o Setor de Suprimentos, os estoques são avaliados diariamente e a Equipe tem trabalhado para manter a necessidade das áreas. Até o momento não ficamos sem EPIs, mas já chegamos a estoques críticos que foram repostos a tempo.

 

Portal Oriente-se: Os funcionários (Entre médicos e enfermeiras) do hospital acima de 50 anos entrou no isolamento/distanciamento social?

Dr. Rodrigo Borsari:  Esse isolamento não foi para todos acima de 50 anos. Essa avaliação tem sido realizada periodicamente pela Superintendência Técnica e de Enfermagem, conjuntamente com a Medicina do Trabalho (SESMET). O afastamento é individualizado e de forma geral foi realizado um remanejamento interno para evitar o contato direto de colaboradores acima de 60 anos e gestantes com os pacientes e alas de internação de COVID.

 

Portal Oriente-se: Qual o maior desafio para o hospital nesse momento?

Dr. Rodrigo Borsari: Cuidar com qualidade e segurança dos pacientes críticos para que possam receber alta da UTI;

Monitorar e agir diariamente, frente as crescentes demandas para manter a qualidade da assistência;

Manter os estoques de insumos e EPIs para segurança da Equipe Assistencial;

 

Portal Oriente-se: Para finalizar, quais as medidas que o hospital está adotando diante da pandemia?

Dr. Rodrigo Borsari: O Hospital Nipo Brasileiro está realizando diversas ações para a assistência aos pacientes com suspeita/acometidos pelo Corona Vírus. Enunciamos abaixo um breve descritivo de ações por nós adotadas: 

Em meados de fevereiro de 2020, foi implantada a Comissão COVID19 composta por equipe multidisciplinar cujo os membros se reúnem diariamente por teleconferência. Essa comissão estabelece as diretrizes quanto a orientação clínica, epidemiológica e preventiva, em conformidade com as regulamentações e normas estabelecidas pelas 3 esferas governamentais da Saúde e das entidades representativas dos diversos setores. Dentre as diversas medidas adotadas pelo Hospital Nipo Brasileiro, podemos destacar: 

 – Múltiplas ações priorizando o princípio do isolamento e destinando setores exclusivos para o atendimento dos pacientes com suspeita/acometidos pelo Corona Vírus. 

– Gestão intensiva no setor de suprimentos principalmente para equipamentos, EPIs, materiais e medicamentos. 

– Aumento do quadro de profissionais assistenciais e treinamento intensivo a todos os colaboradores.

– Promoção de palestras educativas nas diversas unidades da Beneficência Nipo Brasileira de São Paulo – ENKYO.  

– Divulgação, através de boletim diário dos casos atendidos. 

– Participação do Setor Jurídico do Hospital Nipo Brasileiro para apoio às práticas assistenciais em consonância aos aspectos éticos e legais. 

– Ampliação da estrutura física (PA e UTI) para atendimento aos pacientes suspeitos/acometidos pelo COVID19.

 

Até o final da matéria o boletim do hospital do dia 7 de maio o hospital  passou por um pico, porém contabilizava 73 números de internações, 52 casos confirmados, 21 casos aguardando confirmação, e 1 óbito. A “gripezinha” não está para brincadeira, cuidem-se!

 

OPORTUNIDADE PARA 2020

PROCURANDO EMPREGO?

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

OPORTUNIDADE PARA 2020

PROCURANDO EMPREGO?

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ