Colunas Krônicas

KRÔNICAS: Carência Explícita?!

Pois é, que é “mardito”… esse vírus é, sim! Mas também, que veio para fazer a Humanidade refletir sobre o que tem “aprontado” em toda sua história, assim como a cada humanozinho (?)… rs, sobre sua própria.
Esta afirmação não é inédita visto que, após quatro meses de isolamento social, muita gente já se manifestou igualmente, cada um por sua forma de ver tal situação.
Outra afirmação não inédita é a de o vírus não ter diferenciado ninguém, independentemente de posição social, etnia, religião, etc., e com recomendação ao isolamento pleno como o ideal.
Para a maioria isso tem ocorrido, principalmente aos do grupo de risco, no qual me incluo. Mas eu, por minha maneira de ser, já com variedade de atividades, tipo home office, não seria afetado psicologicamente por longa que fosse a reclusão. Tampouco minha esposa, porque “mexo” muito com ela… rs… e ela se mexe bem também. Ainda bem…
Mas… e os que não? Como passariam suas “longas” 24 horas presos em casa, todos os dias?!
Já sabíamos, antes da pandemia, como o cotidiano afeta quem não pratica atividades extraordinárias para torna-lo não estressante. O Japão do consumismo explícito, do cotidiano forte e muito igual à maioria, que o diga. Tanto que o recordista do mercado musical naquele país ainda é Oyoge Taiyaki-kun (1975), que aborda exatamente essa vontade de romper com o cotidiano.
Por que trago o assunto se o afirmo não ser novidade?
Porque, após tanto tempo de confinamento, a carência de atividades a muita gente, para mim, já é explícita. Na Krônica anterior insinuei essa possibilidade devido ao sucesso que vinham tendo os recentes eventos virtuais que contemplavam até os que não tinha como fazer algum lazer, reclusos!
O primeiro sinal veio a menos de 24 horas após ter postado reportagem sobre o I Karaokê Taikai Virtual da UCEG, pelas mais de 200 visualizações! Cinco dias depois, já tem mais de 500! A consolidação… ontem, 40 minutos após a do I Otokoonna Soretomo Onnaotoko (Homem… mulher, Ops?… Mulher… homem?) Virtual, com 39 visualizações! Uma por minuto?!
Pelo visto, o mundo pode não acabar mesmo aos “carentes” presos em casa!! Né, não?!

 

 

Silvio Sano

- ARQUITETO, pela Univ. Mackenzie (1974), tendo como auge o projeto executivo da arquibancada superior do Estádio Santa Cruz (Recife), em 1981/82; ESCRITOR (sete livros, um dos quais: Corinthians, 100 Anos - Gols Ilustrados); COLUNISTA e CHARGISTA, desde 1996; JORNALISTA, com MTb desde 2012; e, COMPOSITOR (haicais e versões em português de músicas estrangeiras);
- conhece o Japão por quatro óticas diferentes (bolsista, 1975; lua-de-mel, 1980; Univ. Nagoya, 1985/87; e. decasségui, 1989/92);
- um dos administradores dos sites Nikkeyweb e Portal Oriente-se.
- Palestrante (tema atual: Konflitos Nikkeis, mesmo após mais de um século);
- tem páginas no Facebook, Twitter, Instagram e canal no Youtube
- email: silvio.sano@yahoo.com

Deixe seu comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Exposição: A ARTE DE YOSHINO MABE

Exposição: WAKABAYASHI

Assessoria Contábil

KARATÊ

Exposição: A ARTE DE YOSHINO MABE

Exposição: WAKABAYASHI

Assessoria Contábil

KARATÊ