Cultura Karaokê

Nobuhiro Hirata ganha GP, pela quarta vez, no XXV Paulistão, em Ribeirão Preto!

Nobuhiro Hirata - tetra campeão do Grand Prix do XXV Concurso de Karaokê do Estado de São Paulo. (Foto: Silvio Sano)
Capa do Livro Programa. (foto: Silvio Sano)

Antes de tudo queria agradecer a Deus e à minha família que sempre me apoia e contar que minha história nos Paulistões foi de vitórias e derrotas e que, assim, aprendi que é também como se supera os obstáculos da vida. Por isso quero agradecer também ao público, regionais, jurados e, principalmente, à UPK por tudo que faz ao concurso por todo Estado. Ganhar um Grand Prix é emoção única! Por isso, ficou um pouquinho tarde, mas acordei para perceber que quando se ganha um, e se torna professor, tem de deixar esse gostinho aos outros cantores também. É a razão de este Paulistão ter se tornado especial para mim, independentemente da classificação, porque seria meu último, conforme já tinha revelado a alguns professores. Por isso, queria apenas fazer uma belíssima apresentação para que o público se lembrasse, sempre, de mim. A partir de agora quero trabalhar como professor, jurado e ajudando a UPK nesse sentido, além de incentivar as pessoas de São Paulo e do Brasil, através da música japonesa, para que consigam cantar belíssimas canções. Fiz cursos relacionados à música e educação musical para isso. Muito obrigado a todos”, assim Nobuhiro Hirata revelou à reportagem como será seu futuro a partir de agora, após supera os dezessete cantores classificados, cada um em sua categoria, à disputa do Grand Prix do XXV Concurso de Karaokê do Estado de São Paulo realizado na cidade de Ribeirão Preto, nos dias 16 e 17 de fevereiro de 2019. Suas conquistas anteriores foram em Presidente Prudente (1998), Ribeirão Preto (2005) e São Caetano do Sul (2015).

 

Associação Nipo de Ribeirão Preto. (Fotos: Silvo Sano)

 

A sede do Nipo Ribeirão Preto. (Fotos: Silvo Sano)

 

O 25º Paulistão, dia 15 de fevereiro

Um dia antes, conforme consta até do Regulamento, Representantes Regionais, Diretoria Executiva da UPK, Membros do Corpo de Jurados e Coordenadores da Comissão Organizadora participaram de um congresso técnico para as providências finais à sua realização, bem como para esclarecerem quaisquer dúvidas. Foi realizado em duas etapas, sendo que na primeira com participação de todos e na segunda, subdividindo em grupos, como o do Corpo de Jurados, do administrativo e dos apresentadores para os detalhes finais.

 

Congresso. (Fotos: Silvo Sano)

 

Jurados e Apresentadores. (Fotos: Silvo Sano)

 

 

O 25º Paulistão, dia 16 de fevereiro

No primeiro dia, em respeito à programação e ao público para que evento se iniciasse pontualmente às 8h, o presidente da União Paulista de Karaokê (UPK), Pedro Mizutani, saudou os presentes às 7h50. Assim, o evento começou pela categoria E2, de cantores acima de 86 anos, depois categoria E1. Em seguida entrou a seção das crianças, do Infantil A ao E, com 86 crianças de 2 a 12 anos, até se interromper devido à Abertura Oficial, que se iniciou pouco após o meio-dia.

 

As duas primeiras, Yoshiko Aoki e Kazuko Koya. (Fotos: Silvio Sano)

 

Imediatos seguintes. (Fotos: Silvio Sano)

 

Mais quatro. (Fotos: Silvio Sano)

 

 

Crianças e cenários. (Fotos: Silvo Sano)

 

Crianças e Cenários. (Fotos: Silvo Sano)

 

Crianças e Cenários. (Fotos: Silvo Sano)

 

Abertura Oficial

Contando com as presenças do Prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, do Cônsul geral do Japão no Brasil, Yasushi Noguchi, e da Secretária da Cultura do Município, Isabella Carvalho Pessotti, dos anfitriões Pedro Mizutani, presidente da UPK, e Elzo Sigueta, presidente de honra da UPK, além de representantes das principais entidades relacionadas à música e ao karaokê, como Akemi Nishimori, presidente da ABRAC e Julia Yoshimi Kitagawa, presidente da INB/Nak, a Abertura Oficial teve início pouco antes do horário programado.

Dentre as autoridades que subiram à mesa estiveram o ex-deputado federal Walter Ihoshi, mais Hiroyuki Minami e Luís Yabiku, secretários de São Bernardo do Campo e Campinas, respectivamente, além de outros representantes de associações vinculadas ao karaokê.

 

Desfile (Fotos: Silvo Sano)

 

A Abertura teve início, conforme já se tornou tradicional, com o desfile das bandeiras do Brasil, Japão, Estado de São Paulo, Prefeitura de Ribeirão Preto e da UPK, seguidas dos representantes de todas as regionais, com respectivas bandeiras para se perfilarem à frente do palco de frente ao público.

A seguir, de praxe, foram cantados os hinos do Brasil e do Japão e, neste ano, especialmente, à comemoração do Jublileu de Prata, o coral Kitsuwa cantou o hino da UPK.

 

Desfile das bandeiras. (Fotos: Silvo Sano)

 

E após o minuto de silêncio em homenagem póstuma a algumas pessoas vinculadas ao karaokê e à própria entidade UPK que se foram nesse período dentre os dois eventos, teve início aos discursos de saudações ao público por parte de algumas pessoas da mesa, a começar pelo presidente da Associação Nipo Brasileiro de Ribeirão Preto, Silvio Sakamoto.

A seguir, Pedro Mizutani dando boas vindas a todos; Tiyomi Takase, presidente da Comissão Organizadora; Tadao Ebihara, presidente do Conselho de Jurados; Elzo Sigueta, Akemi Nishimori, Yukie Kakinoki (representando os patrocinadores), Walter Ihoshi, Isabella C. Pessotti, Hiroyuki Minami; e , finalmente, Yasushi Noguchi e Duarte Nogueira.

 

Discursos. (Fotos: Silvo Sano)

 

Aproveitando o ensejo, a UPK realizou algumas homenagens especiais como ao Cônsul Japonês Noguchi, ao Coronel Nakamura pela viabilização física das obras do evento e ao tio-avô de Pedro, Noboru Mizutani, cidadão ribeirão-pretano que se dedicou muito em prol da comunidade local.

 

Homenageados. (Fotos: Silvo Sano)

 

De volta ao evento

Encerradas essas formalidades, o evento prosseguiu com mais 42 crianças (tibiko A a C) para, imediatamente, realizar as respectivas premiações delas que, além das normais, teve duas especiais, em dinheiro. Uma a Akira Iamaguti (Regional Sudoeste) pela melhor nota dentre os infantis e a Laís Shiba (Regional Leste), dentre os tibiko.

 

Mais crianças. (Fotos: Silvo Sano)

 

Todas as crianças ganharam medalhas UPK. (Fotos: Silvo Sano)

 

Algumas premiações infantis. (Fotos: Silvo Sano)

 

Na sequência, conforme programação, teve início aos únicos três yosens do evento (veteranos C2, C1 e B), mais a categoria Pop.

 

Akira e Lais. (Fotos: Silvo Sano)

 

Categoria POP. (Fotos: Silvio Sano)

 

Apesar do horário tardio de encerramento nesse dia, pouco depois das 23h, público numeroso permaneceu até o final devido à categoria Pop, a mais animada e produzida do evento e porque o Grand Prix do ano passado, Jurassic Pop (Dyody Sasaki), veio dela.

 

Premiações. (Fotos: Silvio Sano)

 

Premiações

 

 

O 25º Paulistão, dia 17 de fevereiro

No dia seguinte, beneficiado pelo fim do Horário de Verão, sem anormalidades, o evento se iniciou às 8h a partir da categoria D2 (76 a 80 anos) e prosseguiu dentro da programação até o momento das premiações, devido a imprevistos dessa seção que sempre causa algum atraso. Mas sem reflexo no humor do público pela interação que provoca com os cantores, por suas torcidas.

 

Vista Geral. (Fotos: Silvio Sano)

 

Cantores e Cenarios. (Fotos: Silvio Sano)

 

Cantores e Cenarios. (Fotos: Silvio Sano)

 

Cantores e Cenarios. (Fotos: Silvio Sano)

 

Nesse dia houve também premiações especiais, como a Zenko Higa, da Regional Leste, que obteve a melhor nota dentre os cantores das categorias E1, E2, D1 e D2, além de a Nobuhiro Hirata, da Regional Sorocabana, pela conquista do Grand Prix.

 

Vet E2, E1, D2, D1, Zenki Higa – Dantaisen Leste – Torcida Centro – Gran Prix Nobuhiro. (Fotos: Silvio Sano)

 

Houve também premiações à melhor pontuação por equipes (Dantai Sen), à Regional Leste; e de melhor torcida à Regional Centro.

 

Torcidas. (Fotos: Silvio Sano)

 

Os cantores classificados ao Grand Prix foram, por ordem de apresentação: Noriko Kurimoto (Sul 2, vetD1), Kimio Suzuki (Oeste, Pop), Zenko Higa (Leste, vetE2), Akemi Ito (Centro-Oeste, adultoA), Yoshio Iwakura (Oeste, vetD2), Enzo Zakimi (Leste, juvA), Akira Ikawa (Central, vetD2), Kenji Kunitake (Centro-Oeste, vetC1), Hideo Tanaka (Leste, vetB), Tadashi Ando (ABCDBxSant, vetE1), Felipe Ikeda (Sul 2, AdultoA), Nobuhiro Hirata (Sorocabana, vetA), Sayuri Ohashi (Sul 1, adultoB), Mitsue Kina (Centro, vetD1), Paula Hirama (Centro-Oeste, JuvB), Rafael Yassunaga (Centro-Oeste, juvB), Sérgio Taninaga (Sudoeste, vetB) e Sayoko Morioka (Sudoeste, vetC2).

 

Classificados para o Grand Prix. (Fotos: Silvio Sano)

 

O ponto alto ao deste ano, muito comentado nas redes sociais e até pelos apresentadores, foram as imagens por trás dos cantores, a maioria, com temas associados às respectivas músicas, elaboradas por Flávio Ishizuka, responsável pela BKC Produções e Eventos. “Por minha própria conta, passei muitos dias pesquisando na Internet”, revelou.

 

Apoio Tecnológico. (Fotos: Silvio Sano)

 

A festa das comemorações

As comemorações começaram desde as premiações pelas categorias que definiriam os cantores que disputariam o Grand Prix porque contemplou de 7 a 10 cantores por categoria, com os troféus entregues um a um. Como cada qual representava alguma regional, a vibração crescia conforme chegavam às categorias de mais jovens.

O auge começou pelo anúncio da regional campeã do Dantai Sen, melhor aproveitamento de cantores que foi a Leste; depois da torcida campeã, Centro; e, finalmente, do campeão do Grand Prix, Nobuhiro Hirata.

 

Campeão do Grand Prix, Nobuhiro Hirata. (Fotos: Silvio Sano)

 

Grupos de Jurados

 

Jurados e Apresentadores. (Fotos: Silvo Sano)

 

Azul: Erika Kawahashi (coordenador), Irene Sacayemura, Kiyomi Kanashiro, Yukihiro Sakai, Kimiko Hirai, Orlando Shimada, Kiyomi Kodama e Noriaki Ejima; mais Toshiyuki Sano e Elisa Tomari;

Amarelo: Tereza Kato (coordenador), Cláudio Tsutiya, Koji Kuwahara, Solange Miyagui, Tsugiko Hongo, Fusako Hara, Armando Kono e Caio Suzuki; mais Misako Kuroki e Isao Kihara;

Vermelho: Yasue Kitsuwa (coordenador), Hideo Hirose, Satiko Ono, Tamie Aoyagui, Kozo Kawabata, Yaeko Hashimoto, Alexandre Hayafuji e Mary Hassunuma; mais Haruko Uchida e Kazue Kakazu;

Pop: Erika Kawahashi (coordenador), Yasue Kitsuwa, Elsa Fuchimi, Tereza Kato, Hideo Hirose, Cláudio Tsutiya, Satiko Ono e Alexandre Hayafuji;

 

Contagem de pontos informatizado. (Fotos: Silvio Sano)

 

Alguns Depoimentos

Pedro Mizutani, presidente da UPK: “Chegamos ao final de mais um Paulistão. Este evento foi muito especial porque comemoramos nosso Jubileu de Prata dos Paulistões, na calorosa cidade de Ribeirão Preto, por coincidência, minha terra natal, no clube onde casei e comecei a cantar”, revelou. “Tudo transcorreu com muita alegria, energia e união  graças ao trabalho incessante da comissão organizadora e da participação efetiva e festiva da diretoria, professores, regionais, cantores, torcida e, especialmente, da comunidade do Nipo de Ribeirão Preto  que tão bem nos acolheu”, prosseguiu.Agora, todos juntos, rumo ao XXVI PAULISTÃO na cidade de São Bernardo do Campo, que com certeza será mais um grandioso evento!! Muito obrigado a todos…’hountoni arigatou gozaimashita’!”, concluiu.

 

Pedro Mizutani abrindo o evento. (Foto: Silvio Sano)

 

Tiyomi Takase, presidente da Comissão Organizadora: “O XXV Paulistão foi um sucesso, mesmo com a chuva no sábado. A estrutura montada aos bazaristas, fora do kaikan, suportou-a bem; o mezanino à Comissão Julgadora, possibilitou perfeita utilização do mesmo; a climatização dos vestiários feminino e masculino foi boa; dentro do clube, com ar acondicionado, apesar do calor, estava agradável; os banheiros químicos foram suficientes e eficientes; o som  impecável; as imagens no telão surpreendentes; e, o setor de alimentação funcionou bem. Outros locais estratégicos, como as salas da contagem de pontos, reunião e descanso dos jurados, estavam bem climatizados e funcionais. Enfim, graças à toda Comissão Organizadora, só posso dizer que foi um grande Paulistão.

Mieko Nagayoshi, coordenadora geral: “Nossa mensagem é  de agradecimento a todos: UPK, Regionais, Jurados, professores, apresentadores e imprensa em geral,  pela oportunidade de sediarmos um evento tão  importante à Comunidade Nipo-brasileira e ao universo do Karaokê. Obrigado pela presença,  participação e colaboração de todos. Desculpe-nos por algumas falhas,  mas tudo foi feito com muito amor e dedicação  por todos nós. São os agradecimentos de toda a Associação Nipo Brasileira de Ribeirão Preto e da Regional Mogiana.”

 

 

 

 

Silvio Sano

- Formado em arquitetura pela Univ. Mackenzie (1974), auge: ampliação do estádio Santa Cruz (Recife, 1981); conhece o Japão por quatro óticas (bolsista 1975, lua-de-mel 1980, Univ.Nagoya 1985/887 e decasségui 1989/1992); colunista e chargista desde 1996; escritor, com sete livros publicados (Kontos, Krônicas & Kanções foi o último); compõe versões em português de músicas japonesas (Youtube), mas também de outras línguas (Hallelujah=>HalleLULA, do inglês); cantor nas categorias Pop e Internacional e, palestrante (tema atual = conflitos nikkeis mesmo 110 anos depois);

- Vice-presidente do Conselho Deliberativo da ACA Mie Kenjin do Brasil, Assessor de Comunicação e Imprensa da UPK (União Paulista de Karaokê) e um dos adminiostradores dos sites Nikkeyweb e UPK. 

www.facebook.com/silvio.sano.7
twitter.com/silvio_sano
silvio.sano@yahoo.com

Deixe seu comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

MASSAGEM ASIÁTICA

United Airlines – ANA – Ganhe Milhas

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

MASSAGEM ASIÁTICA

United Airlines – ANA – Ganhe Milhas

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

%d blogueiros gostam disto: