Cultura

“Torneio de Dança – K-Pop Dance Tournament” deve atrair mutidão no Hakka Eventos na Liberdade

Foto: Luci Judice Yizima

O bairro da Liberdade vai estremecer ao som dos covers de K-pop e J-pop no dia 02 de julho das 12h às 17h, no Hakka Eventos no bairro da Liberdade, no centro de São Paulo. Mais de 500 pessoas de todo o Brasil estão inscritas para o torneio, os grupos de cantores e dançarinos são formados de no mínimo de 5 pessoas, com passos uniformes e visual despojado para as apresentações com músicas japonesas, coreanas e brasileiras. Destaque será a presença da rapper coreana Grace. O evento sera realizado pela K-Pop Dance Tournament do empresário Lucas Jöten. Para esse evento os organizadores preveem um público rotativo de 3 mil pessoas.

 

O jovem empresário Lucas Jötten organiza o evento K-Pop Dance Tournament  Foto: Luci Judice Yizima

 

O jovem Lucas Jötten de de 22 anos de idade, formado em Lazer e Turismo, com cabelos coloridos, com um ‘visual Kei ou Bijuaru Kei”, um estilo bem popular entre os jovens que curtem J-rock de diversas vertentes como pop, heavy metal, hard rock, punk rock,  pós-punk, death rock, ska, etc e música eletrônica e influências ocidentais, como glam, gótico e cyberpunk, que remete a um roqueiro promove eventos, é um remanescente do animê, do J-Pop e atualmente trabalha como produtor cultural de K-Pop e é proprietário da marca KPop Dance Tournament.

Em entrevista,  Lucas Jötten explica como e quando começou a admirar o K-Pop. “Desde 2008, sempre gostei de animê, comecei a ouvir e cantar J-Pop música eletrônica japonesa com característica grupos jovens que dançam e cantam ao mesmo tempo, e J-Rock – Rock japonês, o que destaca muito é o visual Kei, o grupo mais famoso é o ‘The Gazette’ grupo japonês formado por 5 rapazes e tem também a ‘Bôá’ cantora coreana que fez carreira no Japão e conquistou o público japonês, os quais admiro muito”, destaca o produtor.

Segundo Lucas, em 2012 começou a pesquisar e mergulhou de cabeça na cultura coreana como, idioma, gastronomia e principalmente a música, aonde uniu o útil ao agradável, ‘trabalho e diversão’. “Comecei a me envolver com os eventos e organização de shows, torneio de dança, exposições de quadros e educação coreana, um mundo totalmente novo e diferente”, contabiliza Jötten.

 

 

Para próximo semestre, Lucas promoverá dois eventos, um agora dia 2 de julho o ‘Torneio de Dança – K-Pop Dance Tournament’ no Hakka Eventos na Liberdade já tem 500 participantes inscritos de todo o Brasil. E o outro em novembro, KO Festival ainda não foram divulgados o local e a data, mas garante um grande festival com a mistura de ritmos, com música brasileira, japonesa e coreana. O produtor estima para novembro um público de 10 mil pessoas em dois dias de evento. O objetivo do produtor é promover e fomentar a cultura coreana trazendo grupos e cantores para o Brasil.

 

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ

Tradutor Juramentado

Assessoria Contábil

KARATÊ